terça-feira, maio 08, 2007



GESTÃO DA INFORMAÇÃO: desafios e novos campos de atuação profissional *


A informação assume atualmente um papel fundamental nos mais diversos espaços. Ela tornou-se sinônimo de poder aos que dela dispõe de maneira efetiva, ou seja, a informação organizada, tratada e selecionada. Com esta nova configuração, o profissional da informação ganha cada vez mais espaços de atuação, pois ele é considerado apto para gerenciar a informação em diferentes contextos.
O bibliotecário pode atuar junto ao Estado. Nesse contexto pode-se citar as bibliotecas públicas, escolares e especializadas de órgão públicos. São locais onde o campo de trabalho desse profissional já está consolidado e aos poucos outro campo que surge é o de mediador das informações que circulam diretamente entre os governantes e os cidadãos. Possibilitar o acesso das pessoas à informação, preocupando-se com a cidadania, configura-se como um dos desafios à gestão da informação.
Outro espaço de atuação do profissional de biblioteconomia é o setor privado. As organizações privadas estão cada dia mais preocupadas em dispor de informação atual, organizada, tratada e disponível. Além disso, elas são conscientes da necessidade de gerenciar o capital intelectual existente, que está presente nas pessoas (conhecimento tácito). Vive-se um momento em que a gestão da informação e do conhecimento representam fator de competitividade aos que a praticam. Cabe citar como desafio, a adequação do profissional da informação a esse espaço, constituindo-se como verdadeiro mediado do grande fluxo informacional diário, ele precisa transformar a informação e o conhecimento em elementos que coloquem a organização à frente de seus concorrentes.
Como terceiro espaço de atuação do bibliotecário pode-se apontar o terceiro setor e as organizações não governamentais. Essas organizações são preocupadas com a causa para que foram criadas, planejam minuciosamente suas atividades e são voltadas de alguma forma para o desenvolvimento social e da cidadania buscando a qualidade de vida e o desenvolvimento sustentável. Neste "novo" campo de atuação do profissional da informação há grande preocupação com a gestão da informação. Dispor de um profissional capacitado para exercer suas funções pode-se citar como um dos desafios à gestão da informação, já que somente aos poucos as universidade e os próprios bibliotecários estão acordando para a necessidade de formar profissionais com uma visão mais abrangente de sua atuação.
Ao profissional da informação cabe o interesse em adaptar-se aos novos moldes dessa sociedade, dita da informação e do conhecimento. É preciso preocupar-se com a educação continuada, além de ampliar sua visão com relação aos espaços de atuação profissional, pois fugir à regra e ser empreendedor faz a diferença. A sociedade precisa de profissionais multifacetados e abertos às mudanças e inovações, verdadeiros gestores da informação.

* Texto escrito por Paula Carina de Araújo na disciplina Gestão da Informação, ministrada pelo Profº Mauro Sérgio Boppré Goulart, no Curso de Biblioteconomia - Habilitação em Gestão da Informação da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC


FEUP. Mestrado em gestão da informação. Disponível em: http://paginas.fe.up.pt/~gtd/mgi/topo.html Acesso em: maio 2007

Nenhum comentário: