terça-feira, julho 22, 2008

Segundo, terceiro, quarto idioma

Bem, em 2000 eu comecei um curso de inglês em uma escola renomada no Brasil. Meu sonho era aprender inglês, principalmente para entender as músicas que eu ouvia. Estou dei durante 3 anos inteiros o inglês e foi ótimo.

Quando fui aprovada no vestibular, mudei de cidade, precisei cortar gastos. Ainda faltavam dois anos para eu completar o curso, mesmo assim precisei parar com o inglês. Mas eu poderia ter continuado a exercitar o idioma lendo, assistindo vídeos, ouvindo música.

Ouvi muita música, assisti a vários filmes legendados, mas li praticamente nada e isso foi muito prejudicial. Fiquei "enferrujada", já não tenho a mesma desenvoltura na fala, minha conversação não é lá uma maravilha. Escrevo, entendo quando falam comigo, mas travei a fala.

Em abril desse ano fui contratada em uma empresa que dá preferência para aqueles que tem o conhecimento do inglês e que oferece o curso para aqueles que ainda não conhecem o idioma. Aproveitei a opotunidade e voltei para as aulas, tem me ajudado muito. Já fazem quase 3 meses que voltei a estudar inglês e tenho me dedicado em casa também, lendo todos os dias ao menos meia página, ouvindo música, assitindo video sem legenda e procurando entender mesmo. Durante as aulas exercitamos a fala e é ótimo.

Também iniciei o curso de Espanhol que a empresa oferece, tem sido uma experiência ótima, mas um pouco difícil. Por ser muito parecido com o Português, acaba confundindo, tenho a impressão que estou enrolando! Mas um dia eu chego lá, assim como com o inglês.

Em todo esse tempo que venho estudando um outro idioma e também como profissional da informação posso afirmar que a leitura é fundamental quando estudamos uma outra língua. Enriquece o vocabulário, ajuda no exercício da pronúncia e dá segurança. Além de ser uma forma de lazer, distração. Procure escolher leituras agradáveis e compatíveis com o seu nível de aprendizado, ajuda muito.

Como sempre afirmo, a leitura muda as pessoas, a maneira de encarar as situações, a vida em geral!

Nenhum comentário: