sexta-feira, janeiro 30, 2009

*Parabéns*

Hoje, exatamente às 10h da manhã mais uma turma de Biblioteconomia - Hab. em Gestão da Informação da UDESC colou grau em Florianópolis-SC. Eu não poderia de registrar minha homenagem e dar as boas vindas aos mais novos Profissionais da Informação do Estado de Santa Catarina. Desejo que todos vocês tenham uma carreira profissional de muito sucesso e que coloquem em prática todo o aprendizado de 4 anos de graduação. Não deixem de sonhar com condições melhores de trabalho, melhores salários e reconhecimento profissional. Mas acima de tudo mostrem a que vieram e procurem ser os melhores em tudo o que vocês fizarem!

Termino com uma frase que diz exatamento qual a nossa função como Bibliotecários!

Parabéns!!!!!!!!!!!

"As delicadas funções de um bibliotecário não se limitam a ordenar e classificar os tesouros confiados à sua guarda. Mais do que tudo é ele o auxiliar diligente dos estudiosos,o guia natural dos que fazem investigações de qualquer natureza ..." (Ramiz Galvão)

3 comentários:

Jackson Medeiros disse...

Eu vejo frases como essa como depreciação do fazer bibliotecário, "servo dos servos".´
É difícil encontrar frases que promovam a profissão a partir da produção de conhecimento e não só do consumo, como é normal na Biblioteconomia.
Tomara que os formandos não fiquem apenas no dizer da frase.

Paula Carina de Araújo disse...

Jackson, muito obrigada pelo comentário e pela sua posição. Quero fazer algumas reflexões!

Gosto dessa frase, apesar dela não contemplar todas as possibilidades de nossa profissão!
Infelizmente ainda hoje, os bibliotecários que trabalham em bibliotecas não entendem que em uma biblioteca nós somos sim os auxiliares de quem faz pesquisa, somos a ponte entre o usuário e a informação e não apenas robôs que catalogam livros.

Analisando a época em que a frase foi escrita não a considero uma depreciação do fazer biliotecário, afinal nossa profissão tem tomado novos rumos não faz muitos anos.

Mesmo quando auxiliamos um estudioso na busca e recuperação da informação, acredito que nós estamos ajudando e promovendo a produção de conhecimento. Sem acesso à informação não há produção de conhecimento.

Jackson Medeiros disse...

Olá Paula!
Concordo com você. Só fico pensando a causa da profissão ainda ser assim e por qual motivo os profissionais não acompanharem as evoluções sociais e tecnologias no seu fazer.
Ihh... isso dá assunto pra horas de conversa... :-)