sexta-feira, março 13, 2009

Dia do Bibliotecário

Devido a falta de tempo e aos inúmeros compromissos assumidos ontem, não pude deixar aqui registrada a lembranda do Dia do Bibliotecário. Bem, hoje aqui estou para fazê-lo. Antes tarde do que nunca!
Durante minha infância e início da adolescência eu almejava ser uma médica veterinária, isso porque meu pai tem uma selaria, ele produz todo tipo de acessório para montaria e também para ser usado em fazendas no dia-a-dia. No final da minha adolescência, quando cursava o Ensino Médio o gosto por todo tipo de informação começou a se fazer presente em minha vida. Lembro-me que alguns professores colaboraram para isso, principalmente com o advento da internet, o que me deixava fascinada.
Durante quatro anos estudei e prestei vestibular todos os anos para Jornalismo, eu acreditava que a minha paixão pela internet e pelas inúmeras formas de disseminação da informação fariam de mim um boa Jornalista. Entretando, a luta por uma vaga em uma universidade pública para o curso de jornalismo não foi nada fácil, comecei a desanimar. Foi quando recebi o Caderno do Vestibular da UFSC no ano de 2003, eu tinha feito minha inscrição para a jornalismo. Nesse caderno havia a descrição detalhada de cada curso oferecido naquela universidade, quando li BIBLIOTECONOMIA, logo pensei: "Biblio, o quê? Quando terminei de ler a descrição das atribuições de um bibliotecário percebi que era essa a profissão que eu procurava. Eu queria sim trabalhar com informação, mas de uma forma diferente do que vemos no Jornalismo e naquele momento eu decidi prestar vestibular para Biblioteconomia.
Descobri nessa profissão inúmeros caminhos a serem seguidos, novidades incríveis que eu não poderia imaginar antes. No início me encantei com as possibilidades do Bibliotecário ser um Formador de Leitores e fui até o fim do curso com esse pensamento, tive o privilégio de escrever o meu trabalho de conclusão de curso sobre esse tema orientada pela minha Mestre Fernanda de Sales. Logo na primeira fase também percebi que eu já trabalhava como bibliotecária mesmo antes da graduação, desde 2000 eu prestava serviços de normalização de documento e não fazia idéia de que essa é uma atribuição do bibliotecário. Junto com a querida Profª. Ana Maria Pereira pude aprofundar meus conhecimentos nessa área. Muitos outros bibliotecários fizeram parte da minha formação, também profissionais de outras áreas como o Profº Mauro Sergio Boppré Goulart, que trouxe da Administração inúmeros conhecimentos valiosos para a minha formação.
Deixo aqui registrado o meu orgulho por ser Bibliotecária, orgulho ainda maior por ter tido a oportunidade de estudar em uma Universidade Pública e de qualidade, a UDESC. Aos colegas bibliotecários eu desejo muito sucesso em sua profissão. Desejo que possamos agir como DISSEMINADORES da informação e que saibamos encontrar nosso lugar nessa sociedade em transição e assim tenhamos a oportunidade de fazer a nossa parte.
Parabéns a todos os bibliotecários!

Nenhum comentário: