quinta-feira, abril 30, 2009

Programa Nacional de Proteção do Conhecimento Sensível

Para comemorar o Dia da Propriedade Intelectual (26/04), O Núcleo de Propriedade Intelectual da UFPR promoveu a palestra "Proteção do conhecimento sensível" proferida por Paulo Teixeira, representante da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN).

A ABIN tem como objetivo obter, analisar e disseminar informações garatir a segurança da informação para assessorar a Presidência da República. Por isso, centraliza as informações provenientes dos diversos Ministérios e então dá subsídios à Presidência para a tomada de decisão.

O palestrante argumentou que o conhecimento sensível tem alto valor e precisa de medidas especiais de proteção. Podem ser citados como exemplos de conhecimento sensível os relatórios de inteligência elaborados na ABIN, esses são constituídos a partir das diversas informações coletadas, organizadas e analisadas pela equipe de inteligência. Posteriormente esses relatórios são classificados como: reservado, confidencial, secreto, ultra-secreto.

Ao pesquisar sobre o assunto encontrei uma apresentação em slides sobre Proteção do conhecimento na Sociedade da Informação.

Você pode saber um pouco mais sobre o Programa de Proteção do Conhecimento Sensível coordenado pela ABIN.

Nenhum comentário: