domingo, julho 12, 2009

Repositórios institucionais

Hoje inicio a minha contribuição aqui no blog quanto aos assuntos tratados no XXIII CBBD 2009 que aconteceu em Bonito-MS.
No domingo à noite, após a abertura do congresso e a palestra magna proferida pelo Profº. Emir Suaiden sobre "Bibliotecas na sociedade em Rede, sustentabilidade e políticas públicas" (prometo que postarei alguns comentários sobre essa palestra mais adiante), Suzana e eu chegamos ao hotel e juntas selecionamos quais as palestras de nosso interesse na segunda-feira. Logo que batemos o olho no título "Repositórios institucionais: um novo paradigma para a comunicação científica brasileira" nos empolgamos muito e reservamos a manhã de segunda-feira para prestigiá-la.
Bianca Amaro, coordenadora do Laboratório de Metodologia de Trabalho e Disseminação da Informação do IBICT foi quem ministrou a palestra de forma muito clara e objetiva. Ela abordou toda a questão da produção científica no Brasil e do crescimento do movimento de Acesso Livre.
Ela apontou algumas motivações para a criação de Repositórios institucionais que cito a seguir:
  • Estabelece políticas de informação;
  • Reduz a exclusão cognitiva;
  • Acelera o desenvolvimento científico do país;
  • Reduz as desigualdades sociais;
  • Maximiza a visibilidade da pesquisa.

Ela alertou para a necessidade das universidade atentarem para a importância dos repositórios institucionais dentro da produção científica. Trata-se de um novo modelo de negócio que não pretende substituir os editores, mas sim possibilitar que mais pessoas tenham acesso à informação produzida em certa instituição e que até mesmo o próprio autor seja beneficiado dessa forma.

Também contribuiu com a palestra Fernando Leite do Embrapa que é especialista em repositórios institucionais e tem trabalhado em parceria com o IBICT. Eles salientaram que repositórios e periódicos não concorrem, ao contrário do que muitas pessoas pensam, pois no repositórios são depositadas produções já publicas ou preprints.

Foi interessante a maneira como eles conduziram a conversa, eles fizeram uma exposição mas conduziram junto um bate-papo e troca de experiência. O que me chamou muito a atenção foi o adiantamento das universidades que estavam representadas, as iniciativas de repositórios institucionais está totalmente ligada às atividades das bibliotecas o que é muito bom! A bibliotecária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul relatou como os professores hoje valorizam a existência do repositório e que é a biblioteca que gerencia os mesmo. Lá são depositadas também as monografias de graduação e pós-graduação além dos documentos tradicionais (tese, dissertações, artigos).

É uma forma de gerenciar a produção científica da instituição e possibilitar o acesso a essas informações. A título de conhecimento, está a ponto de ser votado o Projeto de Lei 1120/2007 que trata do processo de disseminação da produção técnico-científica do Brasil e dá outras providências.

"O PL propõe em seu artigo primeiro que todas as instituições de ensino superior, de caráter público, assim como as unidades de pesquisa, fiquem obrigadas a construir os seus repositórios institucionais, nos quais deverão ser depositadas toda a produção técnico-científica de seus corpos docente, discente e de pesquisadores. Esse artigo estabelece ainda que esse conteúdo deverá ser disseminado via a rede mundial de computadores, Internet, de forma livre".

Foi muito bom assistir a essa palestra e lembrar dos conceitos que foram tratados na disciplina do mestrado, Gestão da Informação em Ciência e Tencnologia, ministrada pelo Profº. Ricardo Mendes.

2 comentários:

Karol disse...

Paulinha, muito interessante a questão dos repositórios institucionais, ou digitais. Esse é meu tema de tcc e penso nele como uma alternativa para a centralização da produção científica dos grupos de pesquisa da FAED. Eu gostaria suuuper de ter assistido essa palestra... será q alguém gravou? Só deu para acompanhar via twitter hehehe
Um beijão

Paula Carina de Araújo disse...

Oi Karol, a Suzana e eu lembramos de você durante toda a palestra. Justamente por lembrarmos do seu tema de TCC. Seu tema é super atual e relevante.
Parabéns!!!

Bjs

PS: Não gravei a palestra...mas tenho mais algumas anotações que posso te passar e também o contato dos dois palestrantes.