sexta-feira, janeiro 08, 2010

Mercado de trabalho: consultoria informacional


No decorrer do ano de 2009 recebi muitos e-mail de estudantes de biblioteconomia e também profissionais da área perguntando sobre minha experiência com consultoria informacional. Já relatei aqui mesmo no blog como tudo isso começou.

Durante a graduação prestei vários serviços de consultoria na área de Normalização de Trabalhos Acadêmicos e foi uma ótima experiência profissional, além de também ser uma atividade que gosto muito de fazer.

Em Curitiba encontrei um campo muito bom para atuar nessa área. Apesar do curso não ser oferecido em nenhuma universidade dessa cidade, há um grande reconhecimento com relação ao nosso trabalho.

Em 1 ano já fiz vários trabalhos, tanto de normalização como de organização de acervos particulares. Atualmente, junto com outras duas colegas bibliotecárias, organizo o acervo particular de um advogado e Professor do curso de Direito da UFPR.

Trabalhar com consultoria exige muita dedicação e flexibilidade, pois cada cliente deve ser tratado de forma diferenciada. O profissional precisa estar preparado para atender às expectativas de cada um. Em um acervo particular, por exemplo, nem sempre é possível mudar radicalmente a organização dos documentos. É necessário estabelecer um bom diálogo e reconhecer quais são as necessidades, preferências e até mesmo manias do cliente para poder desenvolver melhor seu trabalho e deixá-lo satisfeito.

Acredito muito nesse trabalho e é uma ótima opção para os bibliotecários que estão desempregados ou buscam uma renda extra. Aos acadêmicos de biblioteconomia, fica a dica de que somente é possível desenvolver um trabalho de consultoria de organização de acervos particulares após a graduação ou sob a orientação de um profissional graduado e com registro no CRB. Entretanto, o trabalho de normalização de documentos pode ser realizado ainda na graduação, pois até mesmo profissionais de outras áreas prestam esse serviço.

3 comentários:

Thiago disse...

Olá, meu nome é Eryka e sou estudante de Biblioteconomia pela UFMG. Em breve irei prestar um trabalho de consultoria orientado por uma professora da área. Dizem que pagam bem por este tipo de trabalho mas não sei quanto em média deve ser cobrado.

Paula Carina de Araújo disse...

Olá Eryka, o valor cobrado em consultorias varia muito em cada região. Em Santa Catarina a Associação Catarinense de Bibliotecários tem em sua página uma tabela de recomendação salaria, mas que na verdade não é seguida a risca. Eu presto esse tipo de serviço no Paraná e em Santa Catarina e a forma de cobrança também é diferente dependendo do tipo de serviço. Você gostaria de me passar seu e-mai para que eu compartilhe mais detalhes como valores...etc?
Abraço e volte sempre ao blog.

Amanda disse...

Paula, tudo bem? Estou começando agora a prestar esse tipo de serviço. Você me manda um e-mail com detalhes sobre valores, como você cobra em sua cidade...
amandarsdeodato@gmail.com